EMBRAPII vai investir R$80 mi na indústria automotiva inovar em mobilidade

20/09/2021

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) colocou R$80 milhões à disposição das empresas da cadeia automotiva para cofinanciamentos de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A inciativa beneficia montadoras, sistemistas, produtoras de autopeças, fornecedoras de matéria-prima, e até pequenas empresas e startups com ideias que possam inovar no setor. 

Desde setembro de 2019, a EMBRAPII coordena o Programa de Mobilidade e Logística, do Rota 2030 – iniciativa do Governo Federal para promover o desenvolvimento do setor automotivo no Brasil. Desde então, 44 empresas tiverem apoio da EMBRAPII para desenvolver 40 projetos de PD&I – alguns são realizados em cooperação. Ao todo, cerca de R$ 43 milhões foram movimentados em projetos até aqui. São soluções em eletromobilidade, conectividade, baterias, além de tecnologias do futuro, como Inteligência Artificial, Grafeno, Powertrain, entre outros.

Além dos recursos financeiros não reembolsáveis, as empresas podem contar com também com o know-how dos pesquisadores especializados para desenvolver seus projetos. A organização oferece acompanhamento e suporte técnico de centros de pesquisa (Unidades EMBRAPII) referências para o segmento.

Para ter acesso, é preciso que a empresa interessada busque diretamente uma Unidade EMBRAPII e apresente sua proposta. Após análise de viabilidade do projeto, em poucos dias, o contrato pode ser firmado e o recurso liberado para o início dos trabalhos. O processo é desburocratizado.

Há três modalidades de fomento:

  • 1: o aporte da EMBRAPII chega a até 1/3 do valor do projeto com recursos não reembolsáveis para projetos individuais ou cooperativos de grandes empresas;
  • 2: até 50% de recursos não reembolsáveis para os projetos que envolvam mais de uma empresa. Neste caso, ao menos uma empresa precisa ter Receita Operacional Bruta (ROB) do ano anterior igual ou inferior a R$ 90 milhões. Assim, a EMBRAPII estimula os projetos com startups e pequenas empresas e a relação startup-indústria;
  • 3: garante até 50% de recursos não reembolsáveis para projetos individuais de empresas com Receita Operacional Bruta (ROB) do ano anterior igual ou inferior a R$ 90 milhões.

Fonte: EMBRAPII